Home | Fale Conosco | Opinião do Leitor | Links  

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

 

Mais Videos

Planeta Turfe

Algo que não acontece desde 1978, quando o brilhante Affirmed (Exclusive Native e Wont Tell You, por Crafty Admiral), se consagrou tríplice coroado nos Estados Unidos, mais uma vez, este ano, pode voltar a acontecer.

Depois de uma bela vitória no Kentucky Derby (G1), California Chrome  - FOTO -, um Lucky Pulpit e Love the Chase, por Not For Love, criação e propriedade de Perry Martin e Steven Coburn, treinamento de Andy Sherman e com Victor Espinoza up, repetiu a qualidade de sua performance na primeira prova da tríplice coroa e venceu, hoje, por um corpo e meio (mas com total autoridade), os 1.900, (aprx) do Preakness Stakes (G1), em Pimlico, Maryland. Agora lhe fica faltando a milha e meia do Belmont Stakes (G1), a derradeira etapa, a ser corrida no primeiro sábado de junho. A lembrar que além das duas provas citadas, foi ele, este ano, vencedor do Santa Anita Derby (G1) e do San Felipe Stakes (G2), estando invicto nesta temporada.

Desde 1994, chegaram ao Belmont Stakes (G1), com chance da consagração, mas não a conseguiram, Silver Charm. Real Quiet, Charismatic, War Emblem (que tinha Victor Espinoza como jóquei), Funny Cide, Smarty Jones, Big Brown e I’ll Have Another.

Ele não teve adversários ainda que hoje Ride on Curlin (Curlin e Magical Ride, por Storm Cat), segundo no Arkansas Derby (G1), tenha feiro uma bela corrida, apagando a impressão menor deixada no Kentucky Derby (G1),quando foi sétimo entre os dezenove concorrentes. Criação de G. Watts Humphrey Jr. & Louis Ireland Humphrey Recovable Trus, propriedade de Daniel Dougherty, preparo de William Gowan, fez um ótimo esforço final trazido por Joel Rosario.

O terceiro colocado, segundo mais apostado, Social Inclusion (Pioneerof The Nile e Saint Bernadette, por Saint Ballado), muito nervoso, chegou a seis corpos do segundo. Criado por Robert Tillyer, Martin Keogh e Dr. Chet Blackey, propriedade de Rontos Racintg Stable Corp, tem como treinador Manuel Azapurua e contou com a direção de Luis Contreras. Ele foi terceiro no Wood Memorial Stakes (G1).

A seguir, na ordem, chegaram General a Rod, Ring Weekend, Pablo del Monte (responsável pelo forte ritmo da carreira), Dynamic Impact, Kid Cruz, Bayer e Ria Antonia, a única potranca do páreo.

O tempo foi de 1:54:84. O record da prova continua sendo do extraordinário tríplice-corado Secretariat, em 1973, um Bold Ruler e Somethingroyal, por Princequillo, com os seus 1:53.00.

Veja o clip da carreira:

Transcrito do JCB





[17/05/2014] - California Chrome vence o Preakness Stakes (G1) e vai agora atrás da tríplice coroa
[06/05/2014] - California Chrome pulveriza os rivais no Kentucky Derby (G1)
[29/03/2014] - Pilotando African Story, Silvestre de Souza venceu a Dubai World Cup (G1)
[29/03/2014] - Craque Gentildonna dá mais um grande triunfo ao Japão
[29/03/2014] - Japão levanta os 1.800m da Dubai Duty Free (G1)
[29/03/2014] - João Moreira vence duas provas de G1 em Dubai
[29/03/2014] - África do Sul domina a Godolphin Mile (G2). Resultado das outras provas de G2 em Dubai.
[16/03/2014] - Ontem, em Saint-Cloud, primeira prova de Grupo francesa, duas listeds e dois anos nas pistas
[16/03/2014] - Lideris faz a festa peruana no Latinoamericano 2014
[05/02/2014] - Chile – Solaria em recorde, conquista o El Derby (G 1)
[29/01/2014] - Altair Domingos prevalece no Clásico Francia
[29/01/2014] - China - João Moreira vence G 1 em Sha Tin
[19/01/2014] - Wise Dan novamente leva o Eclipse Award de cavalo do ano
[07/01/2014] - Maroñas - Hielo festa brasileira em Montevidéu
[07/01/2014] - Grand Salute dá show e rende mais um "Piñeyrúa" à criação nacional

Apoio:

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


 

Todos os direitos reservados - Planeta Turfe - Copyright © 2010


As matérias assinadas e os informes publicitários não refletem e não configuram obrigatoriamente a responsabilidade e a opinião deste site.